A TODA A ORDEM DAS ESCOLAS PIAS

A ALEGRIA E A PAZ DE DEUS NOSSO PAI

 “Aquele que beber a água que eu vou dar, esse nunca mais terá sede. E a água que eu lhe darei, vai se tornar dentro dele uma fonte de água que jorra para a vida eterna”. (Jo 4,14)

Queridos irmãos:

Escrevo a vocês esta carta em meio à crise que estamos vivendo por causa da pandemia que afeta todo o mundo. E o faço por ocasião desse terceiro domingo da quaresma, em que a Palavra de Deus chega aos nossos corações através do diálogo de Jesus com a mulher samaritana, para nos recordar onde está a fonte da vida, da vida plena. 

Nestes momentos de dificuldades e de impossibilidades de levar adiante nossa missão escolápia (escolas fechadas, limitação de movimentos, igrejas enclausuradas e sem possibilidades de celebrar juntos e presencialmente a nossa fé, necessidade de estar em casa para evitar riscos próprios e alheios...), é mais importante que nunca que dirijamos nosso olhar ao único que é capaz de responder a todas as nossas inquietudes, e que voltamos a escutar, dirigidas a cada um de nós, as palavras do Senhor: “Venham a Mim todos vocês que estão cansados e fatigados, que eu os aliviarei” (Mt 11,28).

Talvez, em nossos tempos de incertezas, seja mais necessário que nunca, que digamos uns aos outros o que somos e o que estamos chamados a ser: ministros da esperança do Reino futuro e da união fraterna entre as pessoas (1). Nosso último Capítulo Geral não podia prever o que estamos vivendo, mas nos ofereceu uma reflexão sobre este texto das nossas Constituições. É bom que o adaptemos à nossa realidade atual e a meditemos: “Ser ministros da esperança em nossos tempos de crises nos aproxima ao coração de muitas pessoas angustiadas pela falta de sentido em suas vidas ou golpeadas pela crise. Podemos ser ministros da esperança, porque, ante todos, somos seguidores de Cristo, nossa esperança (1Tm,1,1). Confiados nele, afrontamos as provações que hoje nos vemos submetidos. Escutamos sua palavra que nos convida a não nos atormentarmos, a não fugir, a mantermos firmes. Uma vida escolápia ativa e orante irá alimentando a esperança que necessitamos para viver com alegria nossa vida consagrada e prosseguir nessa linda missão de ser “ministros da esperança”, sobretudo naqueles contextos em que muitas pessoas, principalmente os jovens, sofrem por falta de futuro”. (2)

Convido todos a pensar como podemos ser ministros da esperança nesses momentos em que estamos vivendo. Há muitas coisas que podemos fazer.

Em primeiro lugar, a oração, pessoal e comunitária, pedindo ao Senhor pelas pessoas que sofrem e pelo fim dessa situação. Chegam-me iniciativas de muitos lugares da Ordem em que há diversas propostas de oração por tudo que estão vivendo e me alegra muito por elas: corrente de oração em nossas casas de formação, celebrações especiais, momentos de adoração eucarística etc. O testemunho da fé e da confiança em Deus nos ajuda e ajuda as pessoas que estão em contato conosco.

Ofereçamos mensagens de proximidade e ânimo a quem vive com dificuldades nessa situação. Sei que muitos anciãos estão preocupados e sei que seus cuidadores também estão. Ainda que não possam fazer visitas a eles, há muitos modos de fazer chegar a eles a sua proximidade, carinho e afeto.

E aí, onde ainda não é possível a atividade educativa e pastoral, é importante ajudar a todos, especialmente aos alunos, a aprender  como conduzir-se e a valorizar o respeito a todos, a responsabilidade pessoal e, sobretudo, a força da fé.

Transmitamos com nossa vida e nossas atitudes o que, neste momento, mais se necessita: confiança em Deus, alegria, responsabilidade e compromisso com um mundo mais justo e humano.

Exorto a todos e a cada um a aplicar cabalmente as medidas dispostas pelas autoridades civis e eclesiásticas, e proceder com extremada prudência em todos os âmbitos de nossa vida. Tudo isso redundará em benefício de todos.

Como todos vocês sabem, tivemos que suspender algumas atividades importantes que estavam organizadas pela Congregação Geral (Visitas Canônicas, encontros de Ordem, ...), e o mesmo deve se fazer em cada uma das Províncias. Aceitemos com paz e humildade essas disposições que não são de nosso agrado, mas são inevitáveis. Confiemos que, em poucas semanas, possamos retomar nossa vida cotidiana e oremos por toda essa situação.

Recomendamos a nossos educandos/as, suas famílias, nossos colaboradores e ao conjunto de toda a Escola Pia a proteção de Maria.

Recebam um fraterno abraço.

  1. Francesc Mulet. Sch. P.

Secretario General   

  1. Pedro Aguado Sch. P.

Padre General

Veracruz, México, a 15 de março de 2020.

[1] Constituições das Escolas Pias, nº 25.

[2] 47º Capítulo Geral das Escolas Pias, “Discípulos e Testemunhas”, ponto II.7.22. Coleção CADERNOS, nº 53.

Publicação original: https://scolopi.org/en/letter-from-father-general-called-to-be-ministers-of-the-hope/ 

Belo Horizonte, 16 de março de 2020

Prezadas famílias, alunos e toda comunidade educativa do Colégio São Miguel,

O Colégio São Miguel informa a toda comunidade educativa que visando a segurança de todos os alunos, famílias e funcionários estamos muito atentos a toda as orientações dos órgãos de saúde pública a respeito das ações de enfrentamento do novo coronavírus.

Os coronavírus são uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus - COVID-19 foi descoberto em 31 de dezembro de 2019 após casos registrados na China.

Assim, a organização mundial da saúde (OMS) orienta que todos os países devem prevenir a disseminação dessa doença por meio de vigilância ativa com detecção precoce e ações cautelosas em todas os espaços de convívio e contato entre as pessoas. A prevenção é o caminho mais seguro e capaz de minimizar eventuais riscos de contágio. Considerando o coronavírus e outros vírus infectocontagiosos.

De acordo com as orientações das autoridades de saúde, o Colégio São Miguel tomará as seguintes medidas:

  • Hoje, 16/03 está sendo realizada uma Campanha de conscientização em todas as salas de aula, da Educação Infantil ao Ensino Médio. Essa ação terá como objetivo orientar os alunos sobre medidas de prevenção, informar sobre os riscos dessa e outras doenças de rápido contágio e especialmente levá-los a compreender e praticar os cuidados básicos para reduzir a possibilidade de contrair ou transmitir quaisquer viroses. Essas orientações serão dadas respeitando a idade e a maturidade de todos os alunos.
  • A partir de terça-feira, dia 17/03 os bebedouros serão desativados. Será autorizado aos alunos     utilizá-los exclusivamente para encher as garrafinhas. Todos serão orientados da importância de cada um ter a sua garrafinha e que seu uso seja estritamente pessoal.
  • A equipe de limpeza do Colégio São Miguel já está sendo treinada para o uso correto dos produtos de limpeza e na manutenção constante da assepsia dos locais de maior permanência dos alunos dentro do ambiente escolar.
  • Compartilhamos com toda comunidade educativa alguns cuidados básicos conforme divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (saude.mg.gov.br/coronavirus) e da Educação (http://www2.educacao.mg.gov.br/). Essas orientações podem nos ajudar a manter nossa escola livre de doenças.
  • Os trabalhos de campo (dentro do possível) serão reagendados e as atividades no Espaço Calasanz serão suspensas.
  • As atividades do Movimento Calasanz (Catequese) e do Núcleo de Esportes estão suspensas até o dia 31/03/2020. Os dias de Convivência e outras atividades também estão suspensas.
  • Recomentados que alunos com sintomas respiratórios permaneçam em casa como medida de prevenção ao agravamento do seu quadro de saúde.

 

As famílias devem ficar atentas aos canais de comunicação do Colégio São Miguel, sobretudo aplicativo, e-mail e Site. Mudanças na situação, assim como novas informações serão divulgadas à comunidade escolar.

 

PREVENÇÃO DO CORONAVÍRUS NO AMBIENTE ESCOLAR

Atualmente não existe vacina para prevenção de infecção por Coronavírus (COVID-19). Assim, a forma de prevenção contra a doença é evitar a exposição ao vírus. Dessa forma, descrevemos abaixo os principais cuidados que devem ser tomados pelos estudantes e demais membros da comunidade escolar para evitar a doença.

CUIDADOS PESSOAIS

  • Higiene frequente das mãos com água e sabão, por pelo menos 20 segundos, ou usar um desinfetante para as mãos à base de álcool
  • Evitar tocar olhos, nariz e boca sem higienização adequada das mãos.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar, utilizando a parte interna do braço ou um lenço descartável.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa e evitar contato com pessoas quando estiver doente.

CUIDADOS COM O AMBIENTE

  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência (como celulares, bancadas…)
  • Não compartilhar a garrafa de água, copos e talheres que não tenham sido lavados e/ou esterilizados;
  • Manter os ambientes bem ventilados, janelas e portas abertas;
  • Evitar realizar atividades em lugares com grande aglomeração de pessoas;
  • Após o término de aulas ou atividades ao ar livre, solicitar que se lave as mãos, e que sejam evitadas atividades que promovam o contato físico ( ex: dar as mãos, abraçar, beijar, aulas de lutas, danças de pares).

MEDIDAS DE PREVENÇÃO DO CORONAVÍRUS PARA COMUNIDADE ESCOLAR

  • Orientar aos estudantes e comunidade escolar sobre os sinais e sintomas do Coronavírus;
  • Aconselhar que casos suspeitos da doença devem procurar a Unidade de Saúde mais próxima;
  • Proceder com isolamento respiratório com máscara cirúrgica apenas em caso suspeito ou contato com alguém doente.
  • Não frequentar a escola caso haja contato com pessoas que estiveram em locais cuja circulação do vírus está mais intensa.

Atenciosamente,

Equipe do Colégio São Miguel